"Blogs de Portugal"

segunda-feira, novembro 01, 2010

O Corpo Humano como nunca o viu - Exposição

Ontem, fui com o meu marido e filhos ao Porto, para vermos a exposição "O corpo humano como nunca o viu". Valeu a pena, mesmo!!!

O estudo da anatomia humana funcionou sempre sobre um princípio básico: Ver é Saber.
Este mesmo princípio levou as culturas egípcia, grega, romana e islâmica a uma compreensão cada vez mais científica da forma humana.

Seguindo este princípio, a exposição "O Corpo Humano como nunca o viu", utiliza espécimes humanos reais para lhe oferecer um manual visual do seu próprio corpo.
Os nossos corpos são de facto mais complexos e maravilhosos que todos os computadores que nos rodeiam hoje em dia. Mas muitos de nós não sabem o que temos debaixo da pele – como o corpo funciona, do que necessita para sobreviver, o que o destrói, o que o reanima.
"O Corpo Humano como nunca o viu", é uma tentativa de remediar este infeliz conjunto de circunstâncias.
Aproveite o conhecimento obtido na Exposição, alargue-o e utilize-o para ser um participante informado nos seus cuidados de saúde.




O Processo de conservação
Como é que os espécimes mostrados na exposição são preservados?
Todos os corpos e órgãos vêm de indivíduos que optaram por doarem os seus corpos para a ciência médica para fins de estudo e educação.
Eles são então conservados por um processo chamado polimerização.
Neste método, primeiramente remove-se a água dos tecidos por submersão em acetona. Depois, a acetona é também removida numa câmara de vácuo. Durante este passo no processo, conhecido como impregnação, os espaços do tecido dentro do espécime, anteriormente enchidos com acetona, são então enchidos com borracha líquida de silicone. Por último, durante uma etapa chamada secagem, a borracha de silicone é tratada e endurecida.
O produto final é um espécime revestido que pode ser facilmente examinado sem qualquer possibilidade de se deteriorar devido à decomposição natural, que de outra forma seria inadequado para estudo ou opinião pública.




Comissão Científica da Exposição
O Director Médico da Comissão Científica da exposição é o Dr. Roy Glover (Professor Emeritus).
Roy Glover é Professor Associado de Anatomia e Biologia Celular. Leccionou Anatomia durante mais de 30 anos na Universidade de Michigan, onde também desenvolveu e geriu o Laboratório de Preservação de Polímeros universitário até à data de aposentação em 2004.




1 comentário:

  1. Ola!
    Vem conhecer a Revista D`Arte!
    Muitos Pap`s, entre entre coisas, podes também ser a convidada especial, e anunciar!!
    Revista Gratuita: www.revistadarte.com
    beijinhos e fica bem
    vera

    ResponderEliminar